Meetup #17 Segurança Psicológica no trabalho

Segurança Psicológica no trabalho - Causos, Experiências e Tentativas de tornar o ambiente corporativo mais humano

Ter um ambiente seguro é condição indispensável para o desenvolvimento de equipes de alta performance. Mas, o que é essa tal de segurança psicológica e como perceber se meu ambiente é seguro?Será que a declaração por parte da organização é suficiente?

Para esta edição, tivemos como convidados especiais:

- Andréa Nery - atuou por mais de 25 anos em grandes empresas globais e tem larga experiência em liderança executiva e internacional de negócios. Uma das fundadoras da We Holon, atua com pessoas e empresas para que alcancem os resultados através do despertar da essência da sua razão de ser. Sua visão sistêmica estimula todos ao seu redor a buscar a sua melhor versão.

- Daniel Pinheiro - Filho de nordestinos, nascido e criado no litoral, é um caiçara que escolheu São Paulo para chamar de lar. Desde cedo um bom ouvinte, amava escutar histórias dos amigos e mal imaginava que essa habilidade o ajudaria a conquistar seu lugar no mundo. Começou trabalhando com tecnologia e rapidamente correu pro RH, onde se sentiu em casa pra construir uma carreira desenvolvendo gente. Hoje é facilitador de grupos, coach ontológico e acredita que o afeto vai transformar as relações e organizações.

- Eduardo Afonso - Foi cientista de quintal até os 6 anos de idade e fez engenharia para descobrir como fazer chover só nas plantas (não desistiu ainda). Escutou um sonho do amigo e criou um negócio de produção de vídeo há 30 anos e, de lá pra cá, não parou de divertir-se com novos negócios. Hoje, pai de 3, avô de uma, casado com a sócia, continua inquieto e tornou-se Designer de Comportamento Humano. PS: Não se livrou do vício de ler 10 livros por mês.

- Selena Dulcetti - formada em Psicologia desde 2018 pelo Mackenzie - Psicologia clinica e organizacional. Trabalhou em diversas organizações e ongs com projetos focados em prevenção de assédios e abusos e cuidado das vítimas, em empresas com projetos de segurança psicológica. Pós em fenomenologia crítica e Clínica desde 2018. Ativa nas discussões e grupos que estudam gênero, questões dos povos originários e LGBTQIA+ e feminismo.

Link da gravação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Scroll to top